23.9.08

Ás vezes o joguinho cansa, e o que a gente quer é saber de verdade. Saber A verdade. Isso é muito importante. Não sempre, claro. Vez ou outra só essa coisa de olhar e sorrir de canto já é suficiente; só ter alguém pra conversar e dar um beijo satisfaz... mas depois?
Chega uma hora que só isso não dá. Preciso(amos) de mais. Precisamos da verdade. Que não é lá tão complicada. As pessoas complicam, mas não precisava. É simples demais jogar limpo, falar a verdade. Contar mentiras é mais difícil, tem que lembrar o que disse e pra quem disse, tem que lembrar até de como foi dito. 
Mas as pessoas têm medo da reação das outras quando manifestam suas reais intenções.. e com toda razão. O mundo é hipócrita: todos buscam o que querem, e quando os outros estão buscando realizar seus desejos são taxados disso ou aquilo...



Chover para dentro. é isso que acontece. O maior frio não é aquele que faz nevar da janela pra fora, e sim aquele que congela o coração... que esfria o espírito. 
Somos todos máquinas de magoar. Tentamos acertar ás vezes, tentamos fazer o justo, ajudar, conquistar.. mas só magoamos. Até quando eu penso que agindo contra vontade vai melhorar a situação eu estou enganada e só pioro tudo. Como um stigma, uma maldição!
Eu achei que ficaria tudo bem. Que abrindo mão do melhor de mim a situação se resolveria e acabaria bem. Mas eu estava errada. O melhor de mim tornou-se de longe um inimigo, e a situação que eu pensei que tenderia a melhorar desandou como um bolo que sai do ponto e embatuma. 
Ou seja, mais uma vez eu estraguei tudo que estava relativamente bem!

"Meu amor, eu preciso te dizer uma coisa, 
não é boa, nem má, é uma coisa, 
que acontece comigo:
que eu só sou sentimental quando eu me fodo." (8)

3 comentários:

Junior Matos disse...

ainda acho que o problema não e com voce :X

Nadja disse...

Eu também tento não magoar os outros mais os meus extremos de delicadeza,as vezes,se voltam contra mim...


:/


sei como é...


bjosss

Harnon disse...

Nunca concordei com essa musica sendo pra alguém... mas agora ela até faz sentido!

Relaxa Jaqueline, tudo sempre termina bem pra você!