4.10.08

Despedida de um amor.

Sim, o mesmo título.

Porque mesmo quando a gente pensa que vai durar pra sempre não dura. E essa é a maior de todas as nossas tolices: pensar que dessa vez vai ser diferente. Não vai. Tudo é formado por ciclos, começa, desenvolve e acaba. Mesmo que por vezes esse ciclo seja muito confuso, e não possamos entender muito bem onde começa ou como se desenvolve, é certo que há o fim. 
Até as coisas que parecem ser as mais especiais de todas, um dia, mostram-se iguais e acabam iguais, deixando os mesmos remorços e/ou arrependimentos. A culpa é minha, mais uma vez.

Minha essência é confusa demais, é difícil demais, e a dele também. Ele é uma mulher de Tpm todos os dias da vida dele: Inconstante - ora deprimido, ora nervoso, ora sarcástico. 
Homens são simples, fáceis e objetivos. Mulheres é que são complicadas, questões hormonais e etc. Mas ele não. É um homem que complica como mulher, que me complica por ser assim. 
Eu não sei lidar com mulheres. Sou uma garota que age como um homem. Que não repara em cortes novos, moda, ou pequenos detalhes em geral, que não chama por nomes carinhosos, sou uma mulher que depois vira e dorme, sem nem querer saber de nada ou de ninguém. 
Era pra dar certo: Um homem mulher, uma garota homem. Mas não dá. Não deu.
Eu não perco minha essência feminina de chorar, me sentir carente ou querer um pouco de atenção; Ele não perdeu esse jeito superior que os homens desenvolvem quando resolvem ser arrogantes.
Mais uma vez eu perdi, e perdi muito, quase tudo. E oposto ao que ele diz: não, eu não saio sempre por cima, acontece que eu sei como eles agem, e aprendi isso a fazer como eles; parecer superior, como eles fazem, parecem mas não são. 
Mas dessa vez, querendo ou não, foi diferente; Eu sai por baixo, e não vou me reeguer nesse aspecto. Em tudo que há vida é necessário alimento, e estímulo, para que aja força para continuar mas ele não alimenta mais nada, eu não recebo força, não há estímulo de parte nenhuma. 
Eu tentei e não vou carregar a culpa de não tê-lo feito. Posso até ser responsável pelo fracasso, mas tentei. 
"Minha vida continua mas é certo que eu seria sempre sua" (8) 

2 comentários:

Clarice caldas disse...

"Que não repara em cortes novos, moda, ou pequenos detalhes em geral, que não chama por nomes carinhosos, sou uma mulher que depois vira e dorme, sem nem querer saber de nada ou de ninguém."-somos duas.
Espero que esteja falando de você...hehe,bixo,Não seja só mais uma,continue nessa parte foda de ser mulher,saia sempre por cima,SEMPRE!não importa o que façam,não importa o que eles pensaram,seja você.
beijo.

Junior Matos disse...

poiseh rapaz ><



realmente queria saber o que acontece :T

enquantos uns faria o impossivel, outros estão apenas passando o tempo e brincando de amor.