19.10.08

Brasileiros do Brasil x Brasileiros do mundo.

O que pudemos acompanhar nessa edição da copa de futsal foi: Brasileiros do Brasil jogando contra brasileiros do mundo afora. 
Não há erro em afirmar isso, não há redundância também. Pode-se dizer 'se é brasileiro, claro que é do Brasil'. Mas o que diz-se a respeito dos brasileiros espanhóis? Marcelo, Daniel... O que diz-se dos brasileiros italianos? Um time inteiro, oras.
Nada! não se diz nada. Craques - como Falcão ou não -  são, certamente, jogadores muito bons, e por isso foram convidados a jogar em uma seleção; mas aceitaram porque precisam vestir seus filhos e educá-los. O que faço não é uma crítica, só uma análise. Um pensamento.. 
O que era que o Marcelo pensava após os pênaltis essa manhã? Porque chorava tanto? Foi pelo segundo lugar no campeonato ou por ter pedido para os filhos do solo da mãe gentil, como ele?
Foi por inveja. Inveja da vitória que os brasileiros do Brasil desfrutavam. Mas será que lhe importava que fossem brasileiros?
Se importava eu não sei.. Se ele queria era defender a pátria amada ao invéz de se submeter ao papel de defender outro país também não sei. Mas na disputa Brasi x Brasileiros ganhou foi a nação. Porque bem ou mal, como diz o poeta: "O melhor do Brasil é o povo brasileiro."

Um comentário:

Бразильский. disse...

Hm. :~
Não gosto de futsal. Porém, acho muito complexo esse lance do capital tomar controle do esporte. (:
Se os salários não fossem agradáveis, e as 'oportunidades' tão propícias, jamais os caras sairiam daqui.

você é boa, tá? :*