8.1.09

Sonhos;

Desde crianças somos manipuladas á sonhar, desejar um brinquedo, um doce, uma ida ao parquinho... Nos fazem acreditar que precisamos ser ambiociosos, e querer sempre algo mais - só para termos pelo o quê lutar.
Desenvolvemos a ambição e queremos aquilo que não temos ainda que o que possuímos seja bom, seja suficiente e satisfatório.

Eu queria ser duas coisas: Artista e corajosa.
Artista eu não posso porque me falta talento. Não há nada que eu faça que realize com magnitude suficiente para me destacar, logo não posso realizar grandes projetos artísticos.
Corajosa eu não posso porque sou covarde demais; fujo até da água fria e não sei lutar contra os meus medos que são numericamente tanto quanto os sonhos.
Sonhos...
Eu sonhei, desejei, almejei.. Adormeci e sonhei. E o telefone tocou pra interromper. Lá, no meu mundo paralelo o telefone também tocava, quase não atendo pra não desviar a atenção (nem no sonho, nem na cama) mas eu atendi, o sonho estava tocando, o telefone estava ligando, sonhando eu estava falando, dormindo eu estava pensando... Meu sonho ligou e disse: 'volte a sonhar'
Mas eu não pude mais. Não consegui voltar ao banco traseiro daquele carro estacionado no fundo da escola, não consegui voltar aos braços do sonho que delicadamente embalava meu sono.
Alguns sonhos não devem passar disso, não devem sair da cama, das longas noites.
Alguns sonhos não podem ser interrompidos porque não conseguimos voltar á eles após uma pausa para a realidade.

5 comentários:

Junior Matos disse...

so much beautiful o/

Junior Matos disse...

seu namorado ler isso aqui pra entender você ou não precisa
;X

Louzitxa ~ disse...

hahaha
tah fodaa nda
ando meio corrida
agendaa cheiaa kkkkkkkkkkkkkkkkkk
manda e-mail
sabe neh em ql
aí eu vejo e panz
lembra dos e-mail
de antigamente
fala vai, eram divertidissimos
;x
=*
saudades
eae vestiba, como q foi?

Lakka disse...

E aqueles sonhos que por mais que a realidade te mostre que ele é apenas um sonho, ele insiste em te visitar! Noite após noite!
Nossos sonhos nos iludem, nos atormentam, nos desorientam, mas nunca deixe de sonhar!!

Paulo disse...

Desejar é tão humano quanto a arte é o que nos impulsiona para a vida.
Sonhos são reais, se vc parar para pensar são compensações de vivencias que não tivemos nesse mundo que estamos agora vide Jung.