23.1.09

Mortos.

Morte:
"s. f., acto de morrer;fim da vida animal ou vegetal; termo de existência; acabamento; fim; homicídio; a pena capital;
fig., destruição; perda; causa de ruína;
poét., entidade imaginária que ceifa a vida."

Isso segundo o dicionário. Mas e para nós? Como encaramos a morte?
Perder alguém nos causa dor imensa, sentir-se culpado por isso, então... dá calafrios, a dor que antes era imensa passa a ser quase insuportável, praticamente intrasponível! Mas não é.
A morte, pra mim, é encarada como algo inevitável e natural. E quem morre é, simplesmente, alguém que parte pra sempre e deixa saudades invencíveis.
Morte é não só um estado do corpo, mas uma possibilidade da alma, da mente e do coração. Logo, morre para nós não só os que deixaram a vida, mas também os que abandonaram o coração (seja lá pelo que for).
Chorei uma morte, uma morte da qual julguei ser culpada.
Mas os tempos são diferentes para cada um de nós. O muito tarde pode acabar sendo cedo demais. O importante de agora pode ter que ser deixado pra daqui a pouco. O dia preocupado de uns, pode ser só mais umas mensagens piscando no celular... Mas há gente que não entende isso, não vê a realidade com os olhos plenos, não encara de coração aberto.
Eu chorei uma morte da qual julguei ser culpada.
Meu julgamento era errado, mas a morte foi chorada
E não foi em vão que meus olhos lacrimejaram.
Alguém, realmente morreu.

5 comentários:

Priscila Costa disse...

Mais se chora a morte não pelo corpo de quem se foi, mas pela parte da história que levou de quem ainda vive.

De qualquer modo, meus pêsames.

Cebolitos... disse...

Essa foi a coisa mais interessante e bela que eu já li sobre a arte de morrer.

Acho que todos já choraram uma morte.
E todos sabem a dor no peito...

Assim como a Priscila Costa...
meus pêsames.

Junior Matos disse...

uai
como assim de qm a letra
da melhor banda
aioeuoiua!
coldplay :p

Nadja disse...

A morte é para uns um fim,um horror,mas para mim ela é a possibilidade,a possibilidade de quem não tem possibilidade...



Belo texto!





=)

Carolina; disse...

Acredite
eu entendi ;)
e entendo perfeitamente
a morte da qual vc trata...
e essa é tão pior..
;*
saudadess
e-mail?
tô esperandooo
tenho novidades
alias novidades
demais até para mim
;)