7.11.08

Essa dor parece não caber em mim. E agora se escrevo é porque me sinto tão pequena pra abrigar isso que preciso tirar de mim; e é assim que eu me sinto aliviada: escrevendo. Escrevendo tudo que eu deixei de dizer á ele. Ele.. com quem eu poderia viver o resto dos meus dias, hoje, deixamo-nos para trás. E porque ficou? Porque deixamos que isso acontecesse? Eu o vi partir e nada fiz. Eu disse que partiria...
Essa dor inteira: Como posso aguentar todas essas facas entrando em mim?
Minha cabeça não entende o impulso que me levou a proclamar o pseudo adeus. Eu não lhe diria o fato, mas alguém precisava ser cruel. E eu, mais uma vez assumi esse papel. Eu apunhalhei-o;
Logo a ele que trabalhou para ser algo na minha vida, porque dizia não poder ser tudo. Mas quem é que disse que não?
Eu só não acredito mais nas minhas palavras baratas. Porque não disse o que ele precisava ouvir? Ele pensava: "maldita", sei que pensava.. ainda assim insistia em declarar sentimentos que eu não dizia retribuir, mas retribuia à altura. Só não quis assustá-lo para que não o perdesse. Mas perdi. Não disse á ele que ele é perfeito pra mim, nem contei á ele todos os adjetivos que me conquistaram e ainda assim o perdi. Antes tivesse dito. Antes tivesse fugido quando o peito começou a apertar.
Mesmo sem conhecer, mesmo sem entender de um tudo, intrigando-me... ainda assim eu pude senti-lo, pude sentir em mim a ele, sentir dele em mim. Senti.
E agora sofro por ter sentido demais, por vê-lo me sentir mesmo sem saber que era a mim..
Mesmo após tanto tempo embaixo do chuveiro ainda me vejo suja, portando dor, sofrimento. Ainda me vejo no mesmo lugar, dizendo as mesmas poucas coisas que me faz sentir isso, assim..
Eu só queria que essa dor parasse. Que meu sofrimento acabasse, que eu fosse como digo ser em meus mais profundos devaneios: forte, resistente. Mas não sou dura. sou mulher, sou humana, de carne, osso, e sentimentos doloridos. Sou quem tentou ser perfeita, ótima em tudo... mas falhei no momento mais delicado, falhei agora. Talvez tenha sido falha em todo o resto, acho que nunca saberei porque agora minha alma sangra, meu coração geme de dor e minha garganta segura todas as facas que eu fiz o favor de enfiar.
Mas eu só queria que essa dor parasse agora, que ele'stivesse aqui ao meu lado, só me abraçando e entendo meu pensamento sem que eu diga uma única palavra. Eu queria que o universo estivesse a meu favor e me ajudasse a ser feliz com ele, mas as forças só fazem me afastar da felicidade que ele trás pra mim.

2 comentários:

Louzitxa ~ disse...

qq houveeeeee??
'preocupadaa'
=*
etra nu msn...
vo te add nu nvo..

(L)

Junior Matos disse...

rlxx você vai voltar (H)